Bom dia, Segunda feira, 3ª Semana da Páscoa, São Benedito José Labre.
Evangelho do dia (Jo 6,22-29)
Depois que Jesus saciara os cinco mil homens, seus discípulos o viram andando sobre o mar. 22No dia seguinte, a multidão que tinha ficado do outro lado do mar constatou que havia só uma barca e que Jesus não tinha subido para ela com os discípulos, mas que eles tinham partido sozinhos.
23Entretanto, tinham chegado outras barcas de Tiberíades, perto do lugar onde tinham comido o pão depois de o Senhor ter dado graças.24Quando a multidão viu que Jesus não estava ali, nem os seus discípulos, subiram às barcas e foram à procura de Jesus, em Cafarnaum.
25Quando o encontraram no outro lado do mar, perguntaram-lhe: “Rabi, quando chegaste aqui?”26Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: estais me procurando não porque vistes sinais, mas porque comestes pão e ficastes satisfeitos. 27Esforçai-vos não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna, e que o Filho do homem vos dará. Pois este é quem o Pai marcou com seu selo”.
28Então perguntaram: “Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?” 29Jesus respondeu: “A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

Aquela multidão acreditava que Jesus voltaria e faria os milagres que eles esperavam a hora que fosse, mesmo depois de Jesus ter mostrado que o segredo está em se alimentar do pão da vida que se transfigura depois de ter dado graças ao Pai, no corpo eucarístico do Cristo, e este é o alimento que precisamos para a vida toda.
Ainda completa, que aqueles que o Pai marcou com a marca da promessa o selo do batismo, conhecido como a marca indelével, se esses escolherem ter parte com Ele, terão que se alimentar com o Pão do céu para conquistar a vida eterna.
Assim entendemos, que para a obra do Pai se realizar em nós precisamos professar nossa fé em Jesus Cristo como nosso Salvador e permitir que o Espírito Santo nos faça discípulos do Plano Divino, só assim podemos transmitir a boa nova e conduzir a esperança a todos,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *