Sábado da 7ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mc 10, 13-16)

Algumas pessoas traziam crianças para que Jesus as tocasse. Os discípulos, porém, as repreenderam. Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: «Deixai as crianças virem a mim. Não as impeçais, porque a pessoas assim é que pertence o Reino de Deus. Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele! ». E abraçava as crianças e, impondo as mãos sobre elas, as abençoava.

Reflexão

Amados irmãos e irmãs em Cristo!

A liturgia da Palavra deste sábado da 7ª semana do tempo comum nos insere na perspectiva bíblica da predileção pelos pequenos. No evangelho, Jesus se apresenta como aquele que, paradoxalmente aos discípulos, acolhe as crianças, afirmando que delas é o reino dos céus. Partindo de uma compreensão histórica é possível compreender o fato dos discípulos intervir e não permitir que as crianças se pusessem juntas de Jesus. Contudo, a lógica de Deus é diferente da lógica humana de poder. Por vezes caímos na tentação de acolher somente aqueles que pode nos oferecer algo. O amor de Deus pelos homens é incondicional, vai além de nossos méritos. Deus, ao se aproximar de nós nos revela seu misterioso e incondicional amor pela pessoa humana. Nesta perspectiva, acolher as crianças e lhes conferir o reino de Deus é colocá-las como parte da comunidade dos discípulos, de seus seguidores. Jesus, numa atitude de constante paradoxo, nos questiona a cerca de nossas relações enquanto sociedade, mas sobretudo enquanto Igreja que, por vezes assumimos a lógica demasiadamente humana de poder sobre Jesus, não poucas vezes apreendemos Jesus em nossos esquemas de poder e de dominação. Esquemas esses que humaniza, antes desumaniza a pessoa humana, enquanto descaracteriza a nossa radical vocação: a vida de relação. Diante do desumanizador desejo intimista de aprisionar Jesus nos nossos esquemas, faz-se necessário um contínuo processo de conversão à pessoa de Jesus e ao seu projeto de salvação, cujo objetivo é de reunir a todos, ao redor de um só pastor: Jesus Cristo.

Que Maria, nos ajude a todos!

Leandro Francisco da Silva, SDB

Pós-noviço salesiano

E-mail- leandrofsdb@yahoo.com.br

Deixe sua mensagem para nós: