Sexta feira da 32ª semana do tempo comum, Santa Isabel da Hungria.
Evangelho do dia (Lc 17,26-37)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:26“Como aconteceu nos dias de Noé, assim também acontecerá nos dias do Filho do Homem. 27Eles comiam, bebiam, casavam-se e se davam em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. Então chegou o dilúvio e fez morrer todos eles.28Acontecerá como nos dias de Ló: comiam e bebiam, compravam e vendiam, plantavam e construíam.29Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, Deus fez chover fogo e enxofre do céu e fez morrer todos. 30O mesmo acontecerá no dia em que o Filho do Homem for revelado. 31Nesse dia, quem estiver no terraço, não desça para apanhar os bens que estão em sua casa. E quem estiver nos campos não volte para trás.32Lembrai-vos da mulher de Ló. 33Quem procura ganhar a sua vida vai perdê-la; e quem a perde vai conservá-la. 34Eu vos digo: nesta noite, dois estarão numa cama; um será tomado e o outro será deixado.35Duas mulheres estarão moendo juntas; uma será tomada e a outra será deixada. 36Dois homens estarão no campo; um será levado e o outro será deixado”. 37aOs discípulos perguntaram: “Senhor, onde acontecerá isso?” Jesus respondeu: “Onde estiver o cadáver, aí se reunirão os abutres”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

Temos que estar preparados sempre no estado da graça e prontos a cada dia, vigilantes fiéis a DEUS e a Sua Palavra, transmitindo o seu amor ao próximo para não deixar nos prender pelos apegos e ilusões da vida terrena.
Quando Jesus retornar, na parresia não teremos mais acréscimos de tempo para resolver o que faltou, nem tão pouco teremos como improvisar nossa salvação, a Palavra nos alerta afirmando que os anjos virão e separarão os previdentes, fiéis que foram salvos e deixarão os imprevidente, infiéis que serão condenados ao fogo ardente.
Se vivermos iluminados pela fé, guiados pelo amor do Espírito Santo, servindo a DEUS como uma geração eleita e fazendo o bem sempre, nada temeremos, pois seremos escolhidos, receberemos a coroa para o convívio dos eleitos que conquistaram o céu, o glória,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *