Bom dia, Quarta feira da 2ª semana do Tempo quaresmal, Santos Romão e Lupicino.
Evangelho do dia (Mt 20,17-28)
Naquele tempo, 17enquanto Jesus subia para Jerusalém, ele tomou os doze discípulos à parte e, durante a caminhada, disse-lhes: 18“Eis que estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos sumos sacerdotes e aos mestres da Lei. Eles o condenarão à morte, 19e o entregarão aos pagãos para zombarem dele, para flagelá-lo e crucificá-lo. Mas no terceiro dia ressuscitará”.
20A mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “Que queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. 22Jesus, então, respondeu-lhe: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”.23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”.24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os, e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor;27quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo.28Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

Jesus Cristo do início ao fim sabia do seu destino, que seria sofrer de todas as formas no escárnio da multidão, mesmo sendo um DEUS poderoso precisava ser obediente como homem morreu na cruz, para nos libertar, nos salvando do pecado eterno e para que fosse pago o preço da nossa salvação. Mesmo assim foi até o fim porque sábia que valeria a pena dar a vida por nós e depois venceria a morte sendo ressuscitado ao terceiro dia.
O seu sangue é derramado todos os dias no Santo sacrifício da Santa missa e além de quê DEUS todos os dias nos dá oportunidade de na comunhão contemplar esta imensidão através do Teu corpo e do Teu sangue redentor, que nos renova para uma vida nova a cada comunhão.
A mãe dos filhos de Zebedeu não sabia mesmo o que estava pedindo, prioridade, diferença para seus filhos dentre os outros discípulos.
Claro que Jesus não concederia esse desejo pois para DEUS todos somos filhos amados do Pai, Ele nos ama por igual sem diferenciar Santos e pecadores, todos sem distinção ao nascermos, quando aceitamos Jesus já recebemos a marca indelével da promessa, só depende de nós entender que viemos ao mundo para servir e escolhermos perseverar até o fim no caminho da salvação,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *