Bom dia, Segunda feira da 4ª semana do Tempo comum 1ª Parte, São Pedro Nolasco.
Evangelho do dia (Mc 5,1-20)
Naquele tempo, 1Jesus e seus discípulos chegaram à outra margem do mar, na região dos gerasenos. 2Logo que saiu da barca, um homem possuído por um espírito impuro, saindo de um cemitério, foi a seu encontro.
3Esse homem morava no meio dos túmulos e ninguém conseguia amarrá-lo, nem mesmo com correntes.4Muitas vezes tinha sido amarrado com algemas e correntes, mas ele arrebentava as correntes e quebrava as algemas. E ninguém era capaz de dominá-lo.
5Dia e noite ele vagava entre os túmulos e pelos montes, gritando e ferindo-se com pedras. 6Vendo Jesus de longe, o endemoniado correu, caiu de joelhos diante dele 7e gritou bem alto: “Que tens a ver comigo, Jesus, Filho do Deus altíssimo? Eu te conjuro por Deus, não me atormentes!” 8Com efeito, Jesus lhe dizia: “Espírito impuro, sai desse homem!” 9Então Jesus perguntou: “Qual é o teu nome?” O homem respondeu: “Meu nome é ‘Legião’, porque somos muitos”. 10E pedia com insistência para que Jesus não o expulsasse da região.
11Havia aí perto uma grande manada de porcos, pastando na montanha. 12O espírito impuro suplicou, então: “Manda-nos para os porcos, para que entremos neles”. 13Jesus permitiu. Os espíritos impuros saíram do homem e entraram nos porcos. E toda a manada — mais ou menos uns dois mil porcos — atirou-se monte abaixo para dentro do mar, onde se afogou. 14Os homens que guardavam os porcos saíram correndo e espalharam a notícia na cidade e nos campos. E as pessoas foram ver o que havia acontecido. 15Elas foram até Jesus e viram o endemoniado sentado, vestido e no seu perfeito juízo, aquele mesmo que antes estava possuído por Legião. E ficaram com medo.
16Os que tinham presenciado o fato explicaram-lhes o que havia acontecido com o endemoniado e com os porcos. 17Então começaram a pedir que Jesus fosse embora da região deles. 18Enquanto Jesus entrava de novo na barca, o homem que tinha sido endemoniado pediu-lhe que o deixasse ficar com ele. 19Jesus, porém, não permitiu. Entretanto, lhe disse: “Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti”. 20E o homem foi embora e começou a pregar na Decápole tudo o que Jesus tinha feito por ele. E todos ficavam admirados.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

Se nós com muita fé, temos o poder de curar todo tipo de mau, Imaginemos o poder da presença de Jesus? Naquele momento, com certeza incomodou o espírito que possuía aquele homem, por isso que devemos sempre acreditar e usar o nome “Santo “, Santa Bíblia, Santa igreja, Santa missa, etc,.. Tudo que nos foi entregue por essência pura, sem manchas, sem pecados.
Não existe força, poder maior do que DEUS ou Seu Filho Jesus Cristo, ou seja, não existe mau algum que perdure no meio de quem tem fé, precisamos acreditar que a misericórdia de DEUS é infinita mesmo e não importa quais são ou foram nossas falhas, nossos pecados, se arrependidos do fundo do coração desejamos ser libertos de qualquer coisa que sabemos que hoje nos escraviza, seja o que for, vícios, sentimentos negativos, falta de dedicação com a Palavra, dificuldade de perdoar, enfim o que sabemos que poderíamos fazer melhor para DEUS, para nós ou pra nossos irmãos, peçamos com humildade, decisão e muita fé uma vida nova, que DEUS nos envia o Espírito Santo para nos perdoar e nos libertar para seguir e testemunhar cada vez mais a Sua transformação, o que Ele pode fazer na vida daqueles que decidem o seguir,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *