Bom dia, Sábado da 3ª semana do Tempo comum 1ª Parte, Santa Ângela Mérici.
Evangelho do dia (Mc 4,35-41)
35Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse a seus discípulos: “Vamos para a outra margem!” 36Eles despediram a multidão e levaram Jesus consigo, assim como estava na barca. Havia ainda outras barcas com ele. 37Começou a soprar uma ventania muito forte e as ondas se lançavam dentro da barca, de modo que a barca já começava a se encher. 38Jesus estava na parte de trás, dormindo sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e disseram: “Mestre, estamos perecendo e tu não te importas?” 39Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: “Silêncio! Cala-te!” O vento cessou e houve uma grande calmaria. 40Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” 41Eles sentiram um grande medo e diziam uns aos outros: “Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?”

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

Quantas vezes nas nossas vidas estamos calmos, tudo quieto e assim do nada aparece uma tempestade, como nesta passagem?
Más podemos ter a certeza que em todas as vezes Jesus apareceu para acalmar, claro a todos que depositaram sua fé nas mãos de um DEUS que se preocupa conosco e nos protege de todas as formas, não nas mãos de homens comuns, estes foram todos atendidos, pois através da nossa fé, confiamos e reconhecemos que Ele tudo pode acalmar, transformar, porque Ele é um DEUS que nunca falha, pois Ele não é homem para mentir, Nele podemos confiar, Nele devemos colocar nossas esperanças, entendendo que Sua misericórdia é infinita e tudo é possível ao que crê, se for para nosso bem e para nossa salvação, será permitido se realizar, acontecerá não tardará, basta confiar que Ele tudo fará em favor daqueles que permanecem justos e fiéis,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *