Nesta manhã de domingo, Pe. Luiz Fabiano dos Santos Barbosa, SDB, Diretor da Presença Salesiana em Lorena, presidiu a Missa do 7º Domingo do Tempo Comum, no Oratório São Luiz.

A liturgia deste domingo exige-nos o amor total, o amor sem limites, mesmo para com os nossos inimigos. Convida-nos a pôr de lado a lógica da violência e a substituí-la pela lógica do amor.
A primeira leitura apresenta-nos o exemplo concreto de um homem de coração magnânimo (David) que, tendo a possibilidade de eliminar o seu inimigo, escolhe o perdão.
O Evangelho reforça esta proposta. Exige dos seguidores de Jesus um coração sempre disponível para perdoar, para acolher, para dar a mão, independentemente de quem esteja do outro lado. Não se trata de amar apenas os membros do próprio grupo social, da própria raça, do próprio povo, da própria classe, partido, igreja ou clube de futebol; trata-se de um amor sem discriminações, que nos leve a ver em cada homem – mesmo no inimigo – um nosso irmão.
A segunda leitura continua a catequese iniciada há uns domingos atrás sobre a ressurreição. Podemos ligá-la com o tema central da Palavra de Deus deste domingo – o amor aos inimigos – dizendo que é na lógica do amor que preparamos essa vida plena que Deus nos reserva; e que o amor vivido com radicalidade e sem limitações é um anúncio desse mundo novo que nos espera para além desta terra.

Fonte: http://www.dehonianos.org)

Procissão de Entrada da Celebração
A comentarista da Celebração
A Primeira Leitura
O Salmo
A Segunda Leitura
A Proclamação do Evagelho
A Oração da Comunidade
A Procissão do Ofertório
A Procissão do Ofertório
Auxiliaram na celebração os Pós Noviços Renato e João Paulo
Acólitos, Coroinhas e Leitores
Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão: Domingos, Eliane, Edilson e Luiz
A Banda Amor e Mensagem

Álbum de Fotos da Celebração:

Missa do 7º Domingo do Tempo Comum / Google Photos

Para acessar todas as fotos da celebração clique na foto acima ou no link abaixo:

https://photos.app.goo.gl/bJkVL95jfbJHNzAk6

Créditos: todas as fotos da celebração por José Magalhães Neto

Deixe sua mensagem para nós: