Sou João Paulo, tenho 23 anos, natural de Tibau/RN, sou filho de Liduina da Silva Souza e José Edgard de Souza, sendo o caçula de três irmãos.

Profissão religiosa
Profissão religiosa

Desde a infância costumava ir à missa com a minha mãe, sempre fui provocado a participar das atividades religiosas propostas pela minha paróquia de origem. Mas, passei alguns anos sem participar de qualquer atividade religiosa dedicando-me somente ao ensino médio e a tantas outras coisas que eu pensava que iriam preencher as lacunas que existiam em meu coração.  A partir daí houve uma proposta de retornar à igreja para fazer a Primeira Eucaristia; aceitei o convite, e, após um ano e meio, recebi o Corpo e o Sangue de Cristo pela primeira vez. Posteriormente, adentrei na turma do Crisma para receber o Sacramento da Confirmação e que dia feliz foi esse! Senti uma força, um impulso para continuar na caminhada, no seguimento de Cristo Jesus.

Profissão religiosa
Profissão religiosa

Logo após, fui convidado a participar dos encontros da Comunidade Católica Shalom, gostei muito e acabei participando do Seminário de Vida no Espírito Santo. Mais tarde, fui chamado a colaborar no Ministério de Intercessão do Grupo de Oração Betel. Neste grupo fui muito feliz e abençoado, pude conhecer tantos jovens e tantas histórias bonitas que me enriqueceram humanamente e religiosamente e a certeza de que vale a pena seguir a Cristo Jesus.

No Oratório São Luiz.
No Oratório São Luiz.

Em 2014, por ter sido ao longo de décadas um território salesiano, a minha paróquia de origem resgatou tal tradição salesiana  e realizou a colônia de férias, uma linda experiência com as crianças, adolescentes e jovens no período do mês de janeiro, e foram alguns salesianos acompanhar de perto a realização deste evento.  Por isso, comecei a ouvir de forma concreta sobre Dom Bosco e os Salesianos; comecei a pesquisar sobre os seus sonhos proféticos e encantei-me por um em especial:  o sonho das duas colunas, tendo Nossa Senhora e a Eucaristia como colunas que sustentam minha vida.

No Oratório São Luiz.

Fui convidado pelos os salesianos que ali estavam a frequentar os encontros vocacionais na cidade de Areia Branca-RN, no entanto, não estavam nos meus planos ser padre ou irmão salesiano, mas aceitei prontamente o convite e comecei a comparecer aos encontros. E, no final daquele mesmo ano, participei do retiro de opção de vida e entreguei o meu pedido para entrar na Congregação Salesiana aos meus 17 anos.

Com os jovens no Oratório.

Em janeiro de 2015, a minha saída de casa, não foi fácil pelo apego a minha família, quando fui morar em Jaboatão dos Guararapes, na etapa do aspirantado. Em 2016, fui morar na comunidade salesiana de Recife/Bongi, para vivenciar a fase do pré-noviciado. Em 2017, morei na cidade de Curitiba, na etapa do noviciado. E nestes últimos três anos, resido aqui em Lorena, na fase do pós-noviciado, no estudantado de filosofia. No tocante à pastoral, trabalhei no primeiro ano na Articulação da Juventude Salesiana (AJS) e as suas várias frentes de ação e, depois disso, fui enviado para a Comunidade/Oratório São Luiz Gonzaga, onde estou até hoje. Aqui componho a equipe de salesianos que trabalham e animam a vida desta comunidade.

Com os jovens no Oratório.
Com os jovens no Oratório.

Toda vocação nasce da experiência do encontro com Jesus e da vida vivida com Ele. Por isso, rezemos todos os dias: “Senhor da Messe e Pastor do rebanho, dai-nos muitas e santas vocações e intrépidos vocacionados!”.  

Com a ADMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *