Bom dia, Sábado da 3ª semana do Tempo quaresmal, Quarenta mártires de Sebaste.

Evangelho do dia (Lc 18,9-14)
Naquele tempo, 9Jesus contou esta parábola para alguns que confiavam na sua própria justiça e desprezavam os outros: 10“Dois homens subiram ao Templo para rezar: um era fariseu, o outro cobrador de impostos.
11O fariseu, de pé, rezava assim em seu íntimo: ‘Ó Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens, ladrões, desonestos, adúlteros, nem como este cobrador de impostos. 12Eu jejuo duas vezes por semana, e dou o dízimo de toda a minha renda’.
13O cobrador de impostos, porém, ficou a distância, e nem se atrevia a levantar os olhos para o céu; mas batia no peito, dizendo: ‘Meu Deus, tem piedade de mim que sou pecador!’
14Eu vos digo: este último voltou para casa justificado, o outro não. Pois quem se eleva será humilhado, e quem se humilha será elevado”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

Todosnós somos pecadores, porém é mais pecador ainda quem julga o próximo, porquê quem somos nós para medir ou calcular se os nossos pecados são maiores ou menores que os do próximo?
Acredito que um dos motivos quando DEUS nos afirma que devemos amar o próximo sem distinção, rezar e pedir proteção, mesmo a aqueles que nos prejudicam e querem nosso mau, para que tenhamos paciência em esperar demonstrando na humildade que acreditamos que este irmão pode mudar em DEUS alcançando a misericórdia e ser uma nova criatura.
Assim estamos cada vez mais transmitindo o amor a esperança e a caridade e aumentando o reino do céu,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *