Quarta-feira da 12ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 7, 15-20)

«Cuidado com os falsos profetas: eles vêm até vós vestidos de ovelha, mas por dentro são lobos ferozes. Pelos seus frutos os conhecereis.

Acaso se colhem uvas de espinheiros, ou figos de urtigas? Assim, toda árvore boa produz frutos bons, e toda árvore má produz frutos maus. Uma árvore boa não pode dar frutos maus, nem uma árvore má dar frutos bons. Toda árvore que não dá bons frutos é cortada e lançada ao fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis».

Reflexão

Queridos irmãos,

[…] “Portanto, pelos seus frutos vós os conhecereis”.

A liturgia da Palavra desta quarta-feira da 12ª semana comum nos adverte acerca dos maus pastores. Homens que, aparentemente são mansas ovelhas, enquanto na realidade são lobos ferozes, prontos para atacar, matar ou desviar as ovelhas do reto caminho. É preciso ficar atentos, nos alerta o próprio Jesus.

Diante da perversidade com a própria missão de pastorear o povo, a exemplo do próprio Deus, que conduzia, incessantemente, o povo do deserto até à terra prometida, Jesus adverte para que também nós, homens e mulheres, que ao menos tempo que somos conduzidos, conduzimos o mesmo povo, na fé, para que transformemos o nosso coração à semelhança do coração de pastor Dele.

É pelos seus frutos, pois, homens maus intencionados não podem dá senão frutos maus. Se os frutos dados forem só a maldade, a desunião, o medo, etc. jamais pode ser pastor enviado por Deus, homens com estes frutos. Esse é um critério importante neste processo de discernimento.

Peçamos sempre a Deus a graça de uma vida pautada nos princípios e nos valores de Deus. Uma vida de pastores que encontram em Deus sua melhor maneira de ser. Assim seja.

Leandro Francisco da Silva, SDB

Pós-noviço salesiano

leandrofsdb@yahoo.com.br

Deixe sua mensagem para nós: