Quarta-feira da 4ª semana da Páscoa

Evangelho (Jo 12, 44-50) 

Jesus exclamou: «Quem crê em mim, não é em mim que crê, mas naquele que me enviou.

Quem me vê, vê aquele que me enviou. Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. Se alguém ouve as minhas palavras e não as observa, não sou eu que o julgo, porque vim não para julgar o mundo, mas para salvá-lo. Quem me rejeita e não acolhe as minhas palavras já tem quem o julgue: a palavra que eu falei o julgará no último dia. Porque eu não falei por conta própria, mas o Pai que me enviou, ele é quem me ordenou o que devo dizer e falar. E eu sei: o que ele ordena é vida eterna. Portanto, o que eu falo, eu o falo de acordo com o que o Pai me disse».

Reflexão

Queridos irmãos e irmãs,

A liturgia da Palavra desta quarta-feira da 4ª semana da Páscoa, nos apresenta Jesus como a luz do que veio ao mundo para salvar a todos. Eis que no meio das trevas, do pecado e da morte, ressurge uma luz, Cristo Jesus. É jesus a luz do mundo, o salvador do gênero humano.

O segundo aspecto desta leitura evangélica é da salvação. “Eu não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo, diz Jesus. A principal missão de Jesus no mundo foi a de salvá-lo. Sua morte, nos redimiu, por sua morte fomos curados, eis o grande mistério da fé! O grande juiz de nós mesmos será nossa conduta: se vivemos segundo os mandamentos de Deus, se somos cumpridores de sua vontade, já temos diante de Deus nossa recompensa.

É preciso, queridos irmãos, uma atitude de fé e de adesão à vontade de Deus, nosso Senhor. É preciso uma atitude de quem segue-o a partir de dentro, a partir da fé, que professamos e vivemos. Que Deus nos dê essa graça de viver segundo seu ensinamento, que são sempre palavras de vida eterna.

 

Leandro Francisco da Silva, SDB

Pós-noviço salesiano

E-mail- leandrofsdb@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *