Bom dia, Sexta feira da 1ª semana do Tempo quaresmal, Santo Onésimo.

Evangelho do dia (Mt 9,14-15)

Naquele tempo, 14os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?”

15Disse-lhes Jesus: “Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor !

Reflexão:

O Jejum é uma das formas melhor de se aproximar de DEUS, pois assim estamos na mortificação, negando a vontade da carne, até mesmo vencendo o pecado da gula e vivendo verdadeiramente a vontade do Espírito nos purificando na essência Divina.

A relatividade que Jesus faz nesta parábola é perfeita, o noivo é Ele mesmo e os convidados somos nós e afirma que chegará um dia que Ele será retirado do nosso meio, já nos revelando quando seria escolhido para na cruz nos garantir a salvação, nos garantindo que é possível vivermos um projeto de santidade, obedecendo Seus mandamentos, sendo fiéis a Palavra do Senhor e sempre longe dos pecados, evitando assim todos os sofrimentos desnecessários até sermos merecedores da coroa celestial e portadores da vida eterna,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *