História: Em outros países celebram o dia de são Benedito em 4 de abril mas no Brasil, em 5 de outubro.

No Brasil, entre os escravos e as pessoas de cor, foi muito difundida sua devoção, geralmente associada à de Nossa Senhora Aparecida, Santo Elesbão, Imperador negro da Etiópia e Santa Efigênia, princesa também negra e igualmente etíope. Filho de pretos, que conheceram a escravidão, ingressou no convento franciscano de Palermo, capital da Sicília, sendo um religioso exemplar em seu espírito de oração, humildade, obediência.

Seu trabalho principal, era o de cozinheiro. Embora analfabeto, a sabedoria que possuía fez com que fosse nomeado mestre de noviços e mais tarde, eleito superior do convento.

Atendia a consultas de muitas pessoas que o procuravam para pedir conselhos e orientação. Foi favorecido por Deus com o dom dos milagres.

Tendo concluído seu período como superior, retornou com humildade e naturalidade para a cozinha do convento, reassumindo com alegria as funções modestas que antes desempenhara. E assim, na mais sublime indiferença pela sua própria pessoa, faleceu com fama de eminente santidade. Foi canonizado em 1807 e é um dos padroeiros de Palermo.

Oração de São Benedito: São Benedito, filho de escravos, que encontrastes a verdadeira liberdade servindo a Deus e aos irmãos, independente de raça e de cor, livrai-me de toda escravidão, venha ela dos homens ou dos vícios, e ajudai-me a desalojar de meu coração toda a segregação racial e reconhecer todos os homens por meus irmãos. São Benedito, amigo de Deus e dos homens, concedei-me a graça (faça o pedido) que vos peço de coração. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.

Devoção: À humildade, ao aconselhamento e às almas

Padroeiro: De Palermo, dos negros e dos humildes serviçais

Outros santos do dia: Gala, Eutíquio, Vitoriano, Donato, Filmado, Fausto, Trésea (bispo); Palmácio, Flaviana, Caritina (virgens e mártires); Atilano, Marcelino, Apolinário, Froilão (bispo); Flora (virgem); Aurea (márts); Mauro e Plácido (monge).

Fonte: http://www.santoprotetor.com/sao-benedito/

Benedito, nome que significa “abençoado”, “bendito”, nasceu em um povoado da Sicília (Itália), chamado “San Filadelfo”, hoje “San Fratello”. Diz-se comumente ter nascido em 1526, mas fala-se também em 1525. Seus pais, Cristovão Manasseri e Diana Larcan, eram escravos vindos da Etiópia (África), contudo, o filho já nasceu liberto da escravidão. Não aprendeu a ler ou escrever. Seu primeiro trabalho foi pastorear os rebanhos. Muitos fatos extraordinários cercam a vida do santo. Um dos mais conhecidos é o que as suas próprias imagens representam: as esmolas de pão que se tornam flores. Indo ao encontro dos mais necessitados na portaria do convento e tendo sido já anteriormente advertido pelo superior a não usar para esmolas o pão dos frades, é surpreendido transgredindo essa ordem. Interrogado sobre o que levara escondido no hábito, abre-o, e o pão havia se convertido em flores. Devoções prediletas do santo eram a Eucaristia e Nossa Senhora. Eis a razão pela qual imagens como a da igreja Matriz de Pedreiras o apresentam com o ostensório nas mãos. O Papa Bento XIV o beatificou em 1743 e por Pio VII,em 1807, foi elevado a glória dos altares.

Fonte: http://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/sao-benedito.html

Deixe sua mensagem para nós: