Compreender a que sou chamado ajuda a relacionar a vida profissional aos demais âmbitos da existência.

Hoje em dia, destina-se muito esforço a preparar-se profissionalmente, mas pouco tempo a descobrir qual é a nossa vocação e missão na vida.

Às vezes se equipara equivocadamente o termo “vocação” com o termo “profissão”, como se ambos estivessem no mesmo nível. Na realidade, a vocação antecede a profissão, pois lhe dá fundamento e orienta a ação na direção correta.

A palavra “vocação” vem do latim “vocare”, que quer dizer “chamar”. Portanto, a vocação nasce de um chamado transcendente que requer, uma vez descoberta, a decisão livre e responsável de responder a tal convite.

vocação é um mistério que vai se revelando pouco a pouco, à medida que vamos descobrindo quem somos e a finalidade da nossa existência.

Explicando a um grupo de profissionais o significado profundo de ser empresários e a relação existente entre a missão, os dons e talentos que Deus nos deu, mencionaram quão importante é entender isso desde o início da carreira, não só para evitar erros nas escolhas, mas para iluminar as diversas decisões que devem tomar na vida cotidiana.

A compreensão sobre a vocação permite entender a dinâmica profissional de forma unitária e integrada na dinâmica pessoal, familiar e social, de tal forma que a vida profissional não esteja desligada dos outros âmbitos da existência.

Ser empresário não é uma simples função ou tarefa que devemos cumprir ou um meio de sustento econômico. Cada profissão, seja qual for seu âmbito específico de desenvolvimento, envolve uma dimensão de serviço, cooperando ativamente para o desenvolvimento e o bem comum da sociedade.

Todos nós devemos, em algum momento da vida, fazer-nos a pergunta fundamental: a que me chama Deus? Qual é a minha missão na vida?

Cada dia é uma oportunidade para aprofundar neste questionamento, conhecendo-nos à luz de Deus e pedindo luzes às pessoas que nos cercam, para tornar realidade este convite, ou melhor, esta tarefa divina que todo ser humano recebe: ser cooperadores e gestores da mudança na cultura, no ambiente empresarial e na sociedade.

(Artigo publicado originalmente pelo Centro de Estudios Católicos)

Fonte: https://pt.aleteia.org/2014/11/13/qual-e-a-diferenca-entre-profissao-e-vocacao/

Deixe sua mensagem para nós: