Sexta-feira da 12ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 8, 1-4)

Quando Jesus desceu da montanha, grandes multidões o seguiram.

Nisso, um leproso se aproximou e caiu de joelhos diante dele, dizendo: «Senhor, se queres, tens o poder de purificar-me». Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: «Eu quero, fica purificado». No mesmo instante, o homem ficou purificado da lepra. Então Jesus lhe disse: «Olha, não contes nada a ninguém! Mas vai mostrar-te ao sacerdote e apresenta a oferenda prescrita por Moisés; isso lhes servirá de testemunho».

Reflexão

Queridos irmãos,

A liturgia desta sexta-feira da 12ª semana comum nos ensina duas atitudes fundamentais para o cristão. A primeira diz respeito a humilde do leproso em dizer “se Tu queres”. É a certeza da fé de quem sabe que é preciso fazer a vontade de Deus. Que é pela vontade Dele e não tão somente pela nossa. Há sim a nossa colaboração. Foi a fé daquele leproso que o levou até Jesus. Mas foi Jesus que, querendo, curo-o. Já a segunda diz respeito a gratidão. Jesus pede que o leproso dê testemunho, junto ao sacerdote, Dele, por conta de sua cura.

Esses dois gestos são importantes, pois, esclarecem quem é realmente o Senhor, que nos cura e nos liberta de nossos males. Tira de nós a pretensão ou ao menos a possibilidade de realiza-la, de nos colocarmos no lugar de Deus. De querer ser deuses, detentores de nós mesmos.

Que Deus nos ajude a viver estes gestos evangélicos de sua vida e missão.

Leandro Francisco da Silva, SDB

Pós-noviço salesiano

leandrofsdb@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *